Americano sai para caçar e é baleado pelo próprio cachorro
Americano sai para caçar e é baleado pelo próprio cachorro
O homem, apesar da dor terrível que enfrentou, diz perdoar o animal: “ele é um bom cachorro”
Postado em 3/11/2018
(Sonny e seu fiel cachorro 'pistoleiro', Charlie. Foto: Twitter/Reprodução)

Um curioso incidente ocorreu semana passada no Estado americano do Novo México. Um senhor de 74 anos saiu para caçar com seu cachorro, como de costume, quando num inusitado acidente acabou baleado... pelo próprio animal. 


Conforme narrou à ABC News, antes do ocorrido, Sonny “Tex” Gilligan se preparava para uma caçada na companhia de seu cão, Charlie, pelo deserto do Novo México. 


Ele havia sentado no banco da frente de sua caminhonete, e estava ajeitando os últimos detalhes da jornada quando, de repente, foi surpreendido por um estalo e uma dor lancinante. Ele havia sido baleado no torso.  


“A bala passou pelas minhas costelas e meu pulmão, então arrebentou minha clavícula do lado direito”, conta Gilligan. “Eu fiquei com um buraco na área, e havia também muito sangue escorrendo”. 


Segundo conta, de início, ele pensou que alguém de fora do veículo tinha atirado nele. Mas logo ele percebeu que, na verdade, havia sido seu companheiro Charlie, quem num movimento infeliz acabou passando a pata no gatilho de uma das espingardas do banco traseiro.


Apesar de tudo, senhor de 74 anos disse perdoar o cão 'atirador'. “Charlie colocou o pé no gatilho da arma, e quando eu me inclinei para a frente, ele escorregou do assento, apertou o gatilho - e disparou”, afirma Gilligan. “Foi um acidente estranho, mas é verdade, foi o que aconteceu”.


Por sorte, Gillian conseguiu chamar a emergência a tempo e logo foi socorrido. 


Atualmente, ele se encontra ainda em observação no hospital, enquanto Charlie está sendo mantido num canil da polícia.


Mas, ao que tudo indica, o pobre americano não guarda rancor do animal. “A verdade é que [Charlie] é um cachorro grandalhão, mas muito amoroso, ele nunca machucaria ninguém de propósito. Ele é um bom cachorro, coitado”, declarou.