Apple confirma que alguns iPads Pro 2018 podem ter ‘curvatura’ inusitada - mas diz que é ‘normal’
Apple confirma que alguns iPads Pro 2018 podem ter ‘curvatura’ inusitada - mas diz que é ‘normal’
Depois do fiasco do iPhone 6, só podemos seguir o ditado: “Apple que nasce torto…”
Postado em 20/12/2018
Imagem: Youtube/Reprodução

Após vários rumores e buchichos por trás dos panos, a Apple finalmente se pronunciou sobre a possível irregularidade nos seus novíssimos iPads Pro 2018, os quais supostamente estariam “dobrando” com o tempo - em semelhança ao fiasco ocorrido, em 2014, com os iPhones 6


A empresa declarou ao The Verge, esta semana, que, de fato, alguns dos dispositivos poderiam apresentar “uma ligeira curvatura” no chassi de alumínio, o que, contudo, não deveria ser considerado como um “defeito”, mas meramente um “efeito colateral” do processo de fabricação.


(Leve curvatura no produto foi notada por usuários. Foto: MacRumors/Reprodução)Conforme relatou, a fatídica curvatura é um resultado possível do resfriamento ao qual os componentes de metal e plástico do iPad Pro são submetidos durante a produção. Além disso, a ocorrência do “fenômeno” independe do tamanho do dispositivo, não piora com o tempo e também não interfere no funcionamento do aparelho.


O pronunciamento oficial veio em resposta aos vários clientes descontentes da empresa que reclamaram em peso nas redes sociais sobre o defeito. Mas parece haver uma dissonância entre o que a Apple diz e o que grande parte dos usuários do iPad Pro narram. Embora seja verdade que muitos defendem terem percebido a “curvatura” no dispositivo logo que o retiraram da caixa, não são poucos aqueles que dizem ter visto o problema surgir “do nada” e piorar consideravelmente ao longo do tempo.


(Alguns clientes disseram que a curvatura se torna mais pronunciada com o tempo. A Apple nega. Foto: The Verge/Reprodução)Seja qual for o caso, a companhia afirmou a possibilidade de os clientes poderem levar o produto à assistência técnica e, caso assim desejem, efetivar a sua troca. Todavia, como todos já devem imaginar, nem tudo é tão simples assim - e a empresa fez questão de ser bem vaga quanto ao assunto. Até porque, como ela mesmo colocou em sua declaração oficial, a curvatura no chassi é tida como algo absolutamente “normal”.


Esteja a empresa certa ou não, sem dúvidas, após desembolsar no mínimo R$ 7 mil pelo dispositivo, é bastante improvável que os clientes abaixem a cabeça e concordem com essa ideia de “normalidade”.


Eu não iria.