Beber uma taça de chope todos os dias melhora desempenho sexual, afirma estudo
Beber uma taça de chope todos os dias melhora desempenho sexual, afirma estudo
Segundo cientistas chineses, consumidores regulares de cerveja têm melhores resultados na cama que os abstêmios
Postado em 29/09/2018
Foto: 98FmCuritiba/Reprodução

Uma boa notícia àqueles que gostam de tomar um chopinho - de acordo com estudo realizado na China, beber uma taça de chope diariamente pode melhorar de forma significativa o seu desempenho na cama.


A pesquisa, conduzida por estudiosos da Universidade de Sichuan, apontou que consumidores regulares de cerveja tinham menos propensão a terem disfunção erétil que os abstêmios. 


(Uma taça de chope diária pode reduzir em 34% as chances de se ter disfunção erétil. Foto: Getty Images/The Sun/Reprodução)


Conforme os resultados, quem consumia cerca de uma taça de chope, por dia, apresentava 34% menos chance de ser impotente do que aqueles que não bebiam nenhuma dose de cerveja. Já para quem tomava doses menores, como meia taça de chope diária, as taxas de impotência foram reduzidas em até 26%.


Mas não vá achando que quanto mais cerveja, melhor! Segundo os cientistas, a ingestão de mais de uma taça de chope não aumenta os benefícios. Em alguns casos, o efeito pode ser, na verdade, o contrário - quantidades muito elevadas de álcool no sangue dificultam a ereção e podem levar à impotência. 


(Moderação é tudo. Cientistas alertam que consumo excessivo de álcool pode ter efeito reverso. Foto: Getty Images/The Sun/Reprodução)


O estudo também concluiu que, para as mulheres, a cerveja não parece oferecer nenhum benefício específico quanto ao desempenho na cama. Isso porque, como afirma Geoff Hackett, especialista da Sociedade Britânica de Medicina Sexual, a bebida tem sua ação na melhora do fluxo sanguíneo - algo fundamental para a atividade sexual masculina, mas nem tanto para a feminina.


Por fim, fica a deixa aos entusiastas de um bom chope gelado. Aprecie com moderação e aproveite os frutos mais tarde… (ou não).