Casal escolhe leão de pelúcia como advogado e perde guarda da filha no Canadá
Casal escolhe leão de pelúcia como advogado e perde guarda da filha no Canadá
Segundo casal, brinquedo “transmitia a palavra de Deus”
Postado em 11/06/2018


Um casal canadense que recorria da perda da guarda da sua filha, na província da Colúmbia Britânica, escolheu um leão de pelúcia como seu advogado de defesa.


É isso mesmo que você leu. Durante o julgamento, os pais, cujos nomes não foram revelados para proteger a identidade da criança, negaram precisar de aconselhamento legal e colocaram um leão de pelúcia como seu representante.


Segundo eles, Jesus Cristo seria seu único “advogado, testemunha e juiz” e o leão “transmitia as palavras de Deus”. Durante a sessão, eles teriam “falado em línguas” com o brinquedo e alegado que a ação de custódia era uma violação à sua liberdade religiosa.


O casal estava recorrendo de uma decisão da Justiça local de revogar a guarda da sua filha, de apenas 1 ano de idade. As crenças religiosas extremas do casal, que já havia sido expulso de diversas congregações cristãs, levaram-no, cada vez mais, ao isolamento social e a situações de subemprego e habitação precária.


Além da convivência social complicada, relatos de violência doméstica e negligência médica durante a gravidez pesaram sobre a decisão das autoridades de retirar a guarda dos acusados.


Também surgiram questionamentos sobre a saúde mental da mãe da criança, que havia tentado mudar o seu próprio nome para “Risen Lord Jesus” (“Senhor Jesus Ressuscitado”), seu nome do meio para “Refinersfire” (“Fogodoourives”) e adicionar “-Christ” (“-Cristo”) a seu sobrenome. Também há relatos de que a mãe tentou colocar o nome de “Jesus Joyofthelord” (“Jesus Alegriadosenhor”) na sua filha.

 

Segundo o jornal local Vancouver Sun, a Ministra responsável por julgar o recurso, Diane MacDonald, alegou que foram os relatos perturbadores sobre a vida do casal, e não suas crenças religiosas, que a levaram a negar o pedido.


E você, qual a sua opinião sobre essa história?