Conheça 13 superstições bizarras ao redor do mundo
Conheça 13 superstições bizarras ao redor do mundo
Girar aranhas ao redor da cabeça, lavar o pé de idosos, quebrar pratos, e muito mais
Postado em 13/07/2018

Se você é daquelas pessoas que evitam chegar perto de gatos pretos, ficam desesperadas depois de quebrar um espelho, ou simplesmente se recusam a passar debaixo de uma escada, saiba que você não está sozinho no mundo. 


Ao redor do planeta, milhões de pessoas seguem diariamente vários rituais (algumas vezes bem simples, outras nem tanto) para mandar um ‘passa fora’ no terrível ‘azar’. 


Sinta-se, portanto, acolhido com a lista abaixo, contendo as 13 práticas supersticiosas mais bizarras do mundo. 


Por que 13? Bom… somos supersticiosos também.


1 - Aranhas da sorte



Em meados do século 16, os aracnídeos eram considerados grandes ímãs para a boa sorte. Por esse motivo, as pessoas tinham o costume de carregá-los nos bolsos, comê-los ou, seguindo um ritual mágico, girá-los três vezes ao redor da cabeça. 


2 - Zumbi-por-um-Trident



Na Turquia, as pessoas evitam de mascar chicletes de noite. O motivo? Simples, elas acreditam que quem o faz se transforma num amontoado de carne podre. 


3 - Roupas do avesso



No século 19, era muito comum a prática de mulheres casadas usarem as roupas do lado avesso quando seus maridos viajavam pelo mar. Acreditava-se que, assim, eles estariam protegidos contra todos os perigos e desventuras da viagem.


4 - A maldição do número 4



Na China e em outros países asiáticos, o número 4 é evitado a todo custo. Isso porque, tanto em chinês quanto em japonês e mesmo em coreano, a sonoridade de “quatro” é muito parecida com a da palavra “morte”. Por isso, é bastante comum nesses países que o número seja omitido nos andares e salas dos prédios (principalmente em hospitais).


5 - Questão de respeito



Um curioso ritual é realizado no Ano Novo do Camboja (que ocorre em meados de abril). Nele, os jovens são estimulados a lavar os pés de todos os seus antepassados vivos, pois, segundo a tradição, fazendo-o, eles seriam abençoados e receberiam muita boa sorte para começar o ano novo. 


6 - Guerra dos sexos (milk version)



Na Índia, durante a cerimônia de casamento, o anel é jogado numa vasilha cheia de leite para que os noivos a encontrem. Segundo o costume, aquele que o fizer primeiro será o “chefe” da relação. 


7 - Aos mortos, flores pares



Na Rússia, é ofensivo presentear alguém com um buquê de flores em quantidade par. O motivo é que números pares são relacionados a cerimônias fúnebres. 


Agora imagine você ter de contar as flores do buquê...


8 - Galinha casamenteira 



Na Bielorrússia, durante o Ano Novo, há o costume de as mulheres solteiras realizarem jogos de sorte para determinar qual delas irá se casar primeiro. Um deles consiste em colocar uma pilha de grãos de milho em frente a cada jovem e soltar um galo. A pilha para a qual o galo se dirigir primeiro é a da moça que irá se casar. 


9 - Nada de ventilador



Na Coreia do Sul, existe a crença de que se você dormir com o ventilador ligado, você pode morrer durante a noite. E essa superstição é tão forte que muitos ventiladores do país, inclusive, já vêm com um relógio embutido para você programar o horário em que ele deve se desligar automaticamente. Imagine fazer isso no Brasil...


10 - Piscina letal



Na Itália, a regra é bem simples: se você fizer uma refeição e entrar na água logo depois, você morre. E nem mesmo o banho está fora da regra. 


Essa superstição, muito provavelmente, não surpreende os brasileiros. Devido à enorme imigração italiana no país, essa crença já foi incorporada por muitas famílias aqui.


Quem nunca ouviu a mãe falar para não tomar banho depois do almoço?


11 - Quebrando pratos



Em muitos lugares do mundo, deixar um prato cair e se espatifar no chão é algo extremamente desagradável. Mas não na Dinamarca. Para os dinamarqueses, quebrar um prato é sinal de boa sorte e energias positivas. Eles inclusive guardam os cacos e jogam na frente da casa de parentes e amigos para compartilhar a boa sorte.


12 - Feche as tesouras



No Egito, deixar uma tesoura aberta sem a estar usando atrai má sorte. Isso porque, segundo a tradição egípcia, uma tesoura aberta abandonada cortaria os bons espíritos que rondam pelo ambiente, matando toda a boa sorte que chegaria até você.


13 - Vaidade ou azar



Na Rússia, se você esquecer algo em casa e voltar para buscar, você deve se olhar no espelho. Do contrário, você estará fadado a ter azar no segundo em que pisar para fora de casa. 


Ninguém sabe se isso é verdade, mas, na dúvida, é melhor dar uma conferida no cabelo sempre que for sair de casa, não é mesmo?


E você, tem alguma superstição diferente?