Encontrados vivos os 12 meninos desaparecidos em caverna na Tailândia
Encontrados vivos os 12 meninos desaparecidos em caverna na Tailândia
Buscas se seguiram por nove dias, devido às chuvas fortes da região, e contaram com a ajuda de pessoas de vários países
Postado em 2/07/2018
(Mãe vendo primeiras imagens dos meninos desaparecidos após resgate na caverna de Tham Luang. - LILLIAN SUWANRUMPHA / AFP)

Foram encontrados, nesta segunda-feira (2), os 12 garotos do time de futebol que estavam perdidos numa caverna na Tailândia desde o dia 24 de junho. Segundo o governo local, os 12 meninos, que têm idades entre 11 e 16 anos, e o técnico que os acompanhava, de 25 anos, passam bem.


 (Operação contou com cerca de mil pessoas, vinda de diversos países. (Stringer/Reuters))


A etapa final do resgate se deu após 9 dias de muita tensão nas buscas, as quais foram em muito atrapalhadas pelas chuvas torrenciais da região. A equipe dos socorristas contou com cerca de mil integrantes, dentre mergulhadores e militares, vindos de diversos países. A dramática operação foi acompanhada mundialmente.


Em comunicado oficial, o governo tailandês anunciou o resultado feliz do resgate, afirmando ainda que todos os 13 integrantes do grupo estavam vivos, mas que passariam por avaliação médica e receberiam tratamentos emergenciais no local antes de serem transferidos. Outra questão abordada foi a necessidade de se averiguar como se poderia fornecer alimentos aos sobreviventes, já que eles se encontravam há muito tempo em jejum. 


 (Os pais dos meninos comemoram o resgate. Foto: AFP)


“Eles estão a salvo, mas nossa missão não está completa. Nossa missão é buscar, resgatar e retornar. Até agora só encontramos. A próxima missão é tirá-los da caverna e mandá-los para casa”, concluiu Narongsak Osattanakorn, governador de Chiang Rai, província do ocorrido.


Não há, até o momento, previsão sobre quando o resgate se dará por concluído. Os médicos ainda estão preocupados com as condições dos meninos, que apresentam quadro de desnutrição e de possível hipotermia. Mas os pais, decerto, já podem respirar aliviados.