Fotógrafa de casamento é presa após fazer sexo com convidado e urinar numa árvore do evento
Fotógrafa de casamento é presa após fazer sexo com convidado e urinar numa árvore do evento
Max McIntyre fez questão de dar aos noivos uma cerimônia inesquecível…
Postado em 28/11/2018
Foto: Fox News/Reprodução

Uma fotógrafa texana quebrou todas as regras possíveis de etiqueta (e bom senso) num casamento ocorrido na cidade de Weatherford, no sábado (24). Para se ter ideia do nível de transgressão da moça, antes mesmo de a cerimônia terminar, as autoridades tiveram de ser chamadas para tentar apaziguá-la - o que ocorreu apenas... na cadeia.


A figura é Katie Mehta, de 26 anos, uma modelo e fotógrafa americana que é mais conhecida pelo pseudônimo de Max McIntyreEla foi contratada pela empresa The Springs Events para registrar um casamento no final de semana passado. O resultado, no entanto, não foi como o esperado.


Foto: max_mcintyre/Instagram/ReproduçãoEntre os feitos da jovem, o relatório policial destaca que ela, desde o começo, comportou-se de forma “inadequada” com um convidado da festa - o que, no ápice do absurdo, terminou com ela e o tal convidado fazendo sexo no meio da cerimônia.


Não bastante, quando foi pedida para se retirar do evento, dadas as circunstâncias, Max se irritou, foi até uma árvore próxima do altar do casamento e “começou a fazer xixi” na frente de todo mundo. 


Foto: max_mcintyre/Instagram/Reprodução

Quando conduzida até o carro da polícia, a moça ainda se tornou mais irascível, gritando profanidades e ameaças aos convidados. “Vocês todos estarão mortos até o Natal”, ela teria supostamente dito.


Horrorizados, os noivos contam que a fotógrafa chegou à festa cheirando a álcool e levando consigo uma garrafa de alprazolam (um remédio para ansiedade). Os policiais acreditam que ela provavelmente havia misturado as substâncias e estava totalmente embriagada no momento do incidente. 


Foto: max_mcintyre/Instagram/ReproduçãoProcurada pela Fox News, Max McIntyre não quis comentar o ocorrido. Mas uma mulher, que se disse sua irmã, alegou que a situação foi bem diferente do narrado pelos convidados da festa. Segunda sua versão, Max teria sido embebedada, sem saber, pelos próprios noivos. Além disso, a fotógrafa teria sido assediada por dois homens no local e, quando pediu por ajuda, eles pintaram um cenário muito mais dramático para manchar a imagem dela. 


Seja qual for a verdade, os noivos, com certeza, nunca vão se esquecer dessa cerimônia.