A incrível Montanha das Setes Cores - sim, a imagem é real
A incrível Montanha das Setes Cores - sim, a imagem é real
Formada pela compactação de minerais e sedimentos, a Montanha chega a ter 5 mil metros de altura
Postado em 5/06/2018

A figura pode parecer uma montagem ou parte de um cenário cinematográfico. Mas, acreditem ou não, trata-se de uma formação natural ambientada no Peru. Chamada de Montanha Arco-Íris (ou Montanha das Sete Cores), essa peculiar paisagem tem atraído viajantes do mundo todo que vão até lá só para se mesmerizar com seus traços únicos.



O relevo colorido, que faz parte da Cordilheira Vilcanota, recebe localmente o nome de Montaña Vinicunca e fica a cerca de 4 horas de Cusco. Muitos turistas aproveitam para visitar a região após se aventurar na clássica Machu Picchu, localizada nas redondezas.



Chegando a um máximo de 5 mil metros de altitude, a maravilha multicolorida tem suas tonalidades vibrantes por conta da combinação dos minerais presentes em sua composição. De uma forma bastante simplista, o nascimento da montanha se deu pela compactação e soerguimento de várias camadas de rochas sedimentares como arenito, halita e argila e de minerais como ferro, manganês e cobre.  



O sucesso da paisagem, contudo, preocupa ambientalistas. “Do ponto de vista ecológico, eles (os turistas) já estão matando o ganso que bota ovos dourados”, explica a bióloga peruana Dina Farfan, que dedica a vida ao estudo das espécies silvestres ameaçadas na região. Segundo a bióloga, a erosão acentuada da trilha usada pelos visitantes para chegar à Montanha Arco-Íris é clara evidência da devastação do ambiente. Outro ponto preocupante, pontua ela, é a antiga área alagada a qual era popular entre os patos migratórios e que, hoje, encontra-se quase completamente transformada num estacionamento para carros de turistas.


E você, o que achou dessa maravilha colorida?