Jogo para celular de Westworld é processado por plágio
Jogo para celular de Westworld é processado por plágio
Similaridade entre jogos causou suspeita e levou caso à Justiça. Compare e veja.
Postado em 2/07/2018

Aproveitando a empolgação com o episódio final da segunda temporada, os estúdios Warner Bros. e Behaviour Interactive lançaram, recentemente, um jogo móvel voltado aos fãs da série Westworld, do canal de TV a cabo HBO.


No jogo, você terá a chance de construir o seu próprio parque temático robótico, atendendo aos desejos dos visitantes, criando novos anfitriões e garantindo que todos permaneçam felizes… ou sofram as consequências.





Até então, aparenta ser um jogo de celular como qualquer outro, não é mesmo? Ou pelo menos, esse é o caso se você nunca tiver jogado Fallout Shelter, outro jogo desenvolvido e lançado pela Behaviour Interactive, em 2015.


Fallout Shelter surgiu de uma parceria com a desenvolvedora de jogos Bethesda Softworks, responsável por algumas das maiores franquias de jogos da atualidade, como The Elder ScrollsDoom e a série Fallout. O jogo foi criado como uma versão “mini” da franquia para plataformas móveis, parte da campanha de marketing para divulgar o então lançamento do estúdio, Fallout 4.





Os representantes legais da Bethesda alegaram que os desenvolvedores da Behaviour utilizaram o mesmo código-base fornecido pela empresa para o desenvolvimento de Fallout Shelter no novo jogo de Westworld, sem a sua devida autorização. 


Como evidência, colocaram a similaridade do estilo visual dos dois jogos e um bug encontrado (e posteriormente corrigido) na primeira versão de Fallout Shelter, o qual também poderia ser encontrado em Westworld.


Respectivamente, Fallout Shelter e Westworld. Fotos: Youtube 

O processo acusa os réus de violação de direitos autorais, quebra de contrato e apropriação indébita de segredos comerciais. Segundo a Bethesda, a apropriação do material teria servido para comprimir o tempo de desenvolvimento, reduzir custos e acelerar o lançamento de Westworld, beneficiando seus criadores.


Em resposta, a Warner Bros. declarou que as alegações da Bethesda são “tão surpreendentes quanto são infundadas”, e que tem profundo respeito pelos direitos de propriedade intelectual.


O processo, o qual pode ser lido na íntegra, ainda está em suas fases iniciais.


E você, achou que os dois jogos são mesmo parecidos ou que tudo não passa de um mal-entendido?