Mãe boxeadora ataca violentamente menina de 11 anos, mas se safa da justiça ao pagar multa de £120
Mãe boxeadora ataca violentamente menina de 11 anos, mas se safa da justiça ao pagar multa de £120
A vítima, Keisha Schofield, terminou no chão, ensanguentada e com o nariz fraturado
Postado em 22/09/2018
(Foto: Facebook/ Reprodução)

Os internautas britânicos ficaram em fúria, esta semana, após a boxeadora Jade Binch ser liberada pela justiça inglesa, tendo de pagar apenas uma multa de 120 libras esterlinas (cerca de R$ 630), depois de ter atacado violentamente uma menina de 11 anos.


(“Se safou”, escreveu a mãe da vítima nas redes sociais. Foto: Facebook/Reprodução)


O caso se deu na casa da vítima, Keisha Schofield, enquanto ela recebia um grupo de amigos, incluindo a filha da boxeadora, para um jantar. Segundo relatos, ao fim do evento, as duas meninas acabaram por se desentender e, Jade, que viera buscar a filha, não gostou do que viu e decidiu partir para cima de Keisha.


(Keisha, de 11 anos, teve o nariz fraturado e diversos ferimentos no rosto. Foto: Facebook/Reprodução)


Como resultado, a pobre garota terminou no chão com o nariz fraturado, vários hematomas pelo rosto e os olhos bastante inchados.


Em seu julgamento, Jade não negou que, num “momento de loucura”, tenha “se excedido” no episódio, mas alegou, em sua defesa, que apenas tinha agido para proteger sua filha de uma “óbvia” tentativa de “bullying”.


(“Não sou a bandida que estão me fazendo parecer”, alegou Jade Binch. Foto: Facebook/Reprodução)


A lutadora também refutou as imagens chocantes divulgadas pela mãe de Keisha. “Eu não tenho orgulho do que aconteceu, mas não fiz nada daquilo que ela afirmou”, declarou ela. “Eu não sou a bandida que as pessoas estão me fazendo parecer ser”. 


Diante do ocorrido, Jane foi acusada de agressão física grave, mas sua penalidade foi branda: teve apenas de pagar uma multa de £ 120, além de cumprir com serviços comunitários.


O resultado do julgamento revoltou a mãe de Keisha, quem escreveu em seu perfil nas redes sociais que achava que a boxeadora havia “se safado” da justiça.

“Quando ela recebeu a multa e nenhuma sentença de prisão, eu não pude acreditar. É isso que se chama de justiça depois de ela atacar uma criança?”, indagou ela.