Pai acusa Selena Gomez e Netflix por morte de sua filha
Pai acusa Selena Gomez e Netflix por morte de sua filha
“Eles querem lucrar com a miséria dos outros”, afirma o pai da jovem, de 15 anos, encontrada morta após ver a série 13 Reasons Why
Postado em 29/06/2018

As polêmicas em torno do seriado original da Netflix, 13 Reasons Why, não param. Nesta semana, os holofotes voltaram a pousar no programa depois que um pai acusou não somente a série, mas também a produtora-executiva da mesma, Selena Gomez, de serem responsáveis pela morte de sua filha, Bella Herndon, de 15 anos.


Em entrevista ao Radar Online, John Herndon se disse revoltado com a renovação do seriado pela Netflix, já que esse foi, segundo ele, a principal causa do suicídio de sua filha. "Estou muito mais bravo do que estava antes. Eles estão começando a fazer lavagem cerebral nas pessoas. Eles fazem todas essas declarações generalizadas do tipo 'todo mundo ama essa série'. Mas o suicídio atinge todos os tipos diferentes de pessoas, assim como atingiu minha filha", afirmou. 


Herndon e sua esposa começaram a associar a morte da filha à série 13 Reasons Why após terem descoberto que a jovem havia assistido à primeira temporada do programa pouco antes de dar fim à própria vida, enforcando-se em seu closet em abril do ano passado. Segundo eles, a postura da Netflix com a produção foi negligente e mesquinha. “É inacreditável. Eles querem lucrar com a miséria dos outros”, dispararam.


(Foto: Reprodução / PureBreak)


Os dois também criticaram a atitude da atriz e cantora Selena Gomez, que atua como produtora no seriado. "O comportamento de Selena é repugnante e desprezível", disse o pai. “Deram a ela a chance de criar algo que nem ela mesma entende, algo que ela nunca entenderá”. 


 (Dylan Minnette, Selena Gomez e Katherine Langford)


Ao fim da entrevista, John Herndon afirmou, ainda, estar certo que a real intenção por trás de 13 Reasons Why não é a de trazer a público a discussão sobre depressão e suicídio, como se é oficialmente divulgado, mas sim a de tão somente ser uma manobra comercial.  “Eles não estão prestando um serviço público. A série foi colocada de forma lucrativa. Foi feita para capitalizar a mágoa dos outros. Não há nada de redenção nela”, concluiu o pai.


Atualmente, o seriado está em sua segunda temporada, e a próxima já foi anunciada, no começo deste mês, para 2019.


E você, acredita que 13 Reasons Why possa ser responsabilizada pela morte de Bella?