Passageiros começam a sangrar pelo nariz e ouvidos em voo na Índia após “erro” da tripulação
Passageiros começam a sangrar pelo nariz e ouvidos em voo na Índia após “erro” da tripulação
Pelo menos 5 pessoas enfrentam ‘surdez temporária’ depois do incidente, informam médicos
Postado em 21/09/2018
(Foto: StoryPick/Reprodução)

Passageiros de um avião indiano, que partia de Mumbai, enfrentaram uma situação bastante desagradável, na quinta-feira (20). Após uma confusão dentro da cabine da aeronave, mais de 30 pessoas a bordo começaram a sangrar pelo nariz e ouvidos, sem motivo aparente. Ao que tudo indica, o episódio se deu porque a tripulação se esqueceu de regular a pressão interna do veículo depois de alçar voo.


(Erro na regulação da pressão levou passageiros a sangrar pelas vias respiratórias. Foto: AP/Altaf Qadri)


Diante do incidente, que gerou “pânico” em meio aos passageiros, o voo da Jet Airways teve de dar meia volta e pousar novamente em Mumbai para poder regular a pressão da cabine e prestar socorro aos afetados pelo “erro”. 


Em comunicado oficial, a empresa informou também que a tripulação do avião “foi retirada de todas as atividades programas” até serem concluídas as investigações sobre o caso.


No Twitter, diversos passageiros postaram imagens do ocorrido, relatando a situação de pânico generalizado dentro do voo.



Segundo um deles, máscaras de oxigênio foram ejetadas sem nenhum anúncio prévio, piorando ainda mais a situação. “Eu estava na classe executiva e a máscara de oxigênio caiu de repente. Um passageiro veio correndo da parte traseira da nave, pedindo que todos colocássemos as máscaras”, narrou ele à rede de notícias NDTV. “Todos os passageiros estavam entrando em pânico, e os que estavam sentados na parte de trás do avião e que não podiam usar as máscaras começaram a sangrar pela boca e pelo nariz”.


Pelo menos cinco pessoas tiveram danos mais graves, tendo de ser levadas às pressas para um hospital local. Elas enfrentam, de acordo com um dos médicos, um quadro de surdez temporária, que deverá ser revertida em até 10 dias.


Esta não é a primeira vez que a Jet Airways é manchete por problemas com seus funcionários. Em janeiro, por exemplo, a companhia teve de colocar dois de seus pilotos “de castigo” após eles brigarem dentro (e fora) da cabine de uma aeronave, durante voo de Londres a Mumbai, pondo em risco a segurança dos passageiros.


A gente só pode imaginar como deve ser reconfortante observar os dois pilotos do seu avião brigando em pleno ar.