Pokémon: confira 7 vezes em que o anime foi banido e por quê
Pokémon: confira 7 vezes em que o anime foi banido e por quê
Racismo, extremo apelo sexual e violência estão entre os maiores motivos
Postado em 12/07/2018

Nesta semana, Pokémon foi mais uma vez motivo de polêmica. Desta vez, a causa foi o possível banimento do episódio 64 da temporada mais recente do anime, intitulada “Sun e Moon”. Segundo se especula, o capítulo em questão não seria exibido nos EUA porque supostamente apresentaria uma referência racista em sua trama.



No fatídico episódio, que foi ao ar no Japão em março, a controvérsia se instala após Ash encontrar uma comunidade de Passimians e começar a agir como eles - inclusive usando uma fantasia em sua semelhança. E é aí que o problema se dá, pois dentre os adereços adotados pelo protagonista, está uma pintura escura em seu rosto - o que remete à prática do “blackface”, considerada por muitos uma forma de caricatura racista. 


Essa não é a primeira vez que Pokémon sofre censura. Em várias ocasiões, o anime  foi considerado impróprio à exibição. Dentre os motivos, temos desde temáticas polêmicas e referências preconceituosas até mesmo coincidências infelizes. Abaixo você confere uma lista de mais 6 episódios que foram banidos mundo afora.


Férias em Acapulco - Episódio 18 - Liga Índigo


O problema do episódio ocorre porque, durante um concurso de beleza, James, da Equipe Rocket, aparece usando de seios infláveis para se caracterizar como uma mulher. Além da polêmica envolvendo um personagem masculino transvestido num corpo feminino, muitos consideraram também impróprio o apelo demasiadamente sexual da cena. 



Tentacool & Tentacruel - Episódio 19 - Liga Índigo


O banimento desse episódio se deu após os ataques terroristas de 11 de setembro nos EUA. O motivo foi o apelo violento do capítulo, o qual trazia ainda elementos que, coincidentemente, remetiam ao trágico acontecido - como a cena de um Tentacruel derrubando alguns prédios. 



A Lenda de Dratini - Episódio 35 - Liga Índigo

Vários pontos desse episódio causaram polêmica. Em primeiro momento, há uma constante presença de armas de fogo - inclusive sendo essas apontadas para a cabeça dos personagens. Pouco tempo antes da provável exibição do capítulo, o Japão havia presenciado muitos incidentes envolvendo crianças e armas de fogo em suas escolas. 

Não bastante, Meowth é visto, em dada cena, com um bigode muito semelhante ao usado por Hitler, levantando uma possível interpretação nazista do enredo.



O Soldado Elétrico Porygon - Episódio 38 - Liga Índigo


Provavelmente o episódio banido mais famoso de todos, “O Soldado Elétrico Porygon” apresenta uma cena de alternância de luzes e cores que levou cerca de 700 crianças ao hospital com princípios de ataques epiléticos. Até hoje, o capítulo é exibido com um aviso sobre os riscos.




Feriado à la Jynx - Episódio 65 - Liga Índigo


Em semelhança ao episódio de “Sun e Moon”, o “Feriado à la Jynx” causou polêmica por apresentar uma possível referência racista. A controvérsia se deu com a aparição do pokémon Jynx, que, originalmente, tinha pele escura, lábios enormes e cabelos loiros. A construção do personagem foi considerada caricata e racista.

Atualmente, Jynx tem pele roxa.



Batalha na Ilha dos Tremores! Barboach vs. Whiscash! - Episódio 377 - Batalha Avançada


Esse episódio nunca nem chegou a ser exibido. O motivo é uma coincidência infeliz: ele estava programado para ir ao ar justamente na semana em que o Terremoto de Chuetsu assolou o Japão. Como o capítulo envolvia cenas de tremores de terra causados por um Whiscash, considerou-se melhor cancelá-lo em respeito às vítimas.



E você, sabia da existência desses episódios banidos? Você concorda com a censura deles?