Professora americana surta em sala de aula e corta cabelo de aluno à força, veja vídeo
Professora americana surta em sala de aula e corta cabelo de aluno à força, veja vídeo
Acusada de crueldade infantil, Margaret Gieszinger está enfrentando acusações criminais e pode pegar mais de 3 anos de cadeia
Postado em 10/12/2018
Imagem: Polícia de Tulare/Reddit

Uma professora norte-americana está sendo processada criminalmente na Califórnia após um vídeo gravado em sua sala de aula se tornar viral esta semana. Na filmagem para lá de bizarra, a mulher aparece cortando à força o cabelo de um de seus alunos, enquanto entoa desafinadamente o hino dos Estados Unidos.  



A cena, que causou revolta na internet, foi considerada pelas autoridades do país como um ato de crueldade contra menores, sendo, portanto, um crime passível de ser punido inclusive com reclusão.


Além de sofrer um processo criminal, Margaret Gieszinger, de 52 anos, também acabou por ser demitida da University Preparatory High School, escola onde trabalhava há anos como professora de ciências. 


Segundo os promotores da Califórnia, Margaret se declarou inocente de todas as acusações e saiu da prisão sob custódia, na sexta-feira (7), depois de desembolsar 100 mil dólares (cerca de R$ 390 mil) pela fiança.


Caso venha a ser condenada, ela pode pegar até três anos e meio de detenção.


(Após pagar 100 mil dólares de fiança, Margaret saiu da prisão na sexta. Foto: ABC30/Reprodução)Em relato à CNN, o advogado do aluno disse que seu cliente estava “absolutamente aterrorizado” com o ocorrido. Além dele, no vídeo é possível ver uma outra estudante sofrendo ameaças de ter os cabelos também involuntariamente aparados.


Num comunicado oficial, o Escritório de Educação do Condado de Tulare disse lamentar o incidente. “Levamos muito a sério a segurança dos alunos nas salas de aula”.  


“Estamos revendo todas as informações disponíveis e vamos tomar as medidas mais severas cabíveis no caso”.