Nova novela da Globo “Segundo Sol” leva advertência do Ministério Público
Nova novela da Globo “Segundo Sol” leva advertência do Ministério Público
Um problema com o elenco deixou a emissora em uma saia-justa
Postado em 16/05/2018

A nova novela da Globo, “Segundo Sol”, mal estreou nas telinhas e já vem complicando a vida da emissora. A trama, que ocupa o horário das 21h e estreou nesta segunda-feira (14), não chamou a atenção do público apenas pelo seu enredo, que fala sobre “segundas chances”. A escolha de atores para formar o elenco da novela levou o Ministério Público do Trabalho do Rio de Janeiro (MPT-RJ) a notificar a gigante da televisão aberta pela falta de diversidade racial entre os seus protagonistas.


O órgão público destaca o fato da novela ser ambientada na Bahia, estado com a maior proporção de pessoas negras entre a sua população, segundo dados oficiais do IBGE. A notificação afirma que a presença minoritária de atores e atrizes negras não é representativa das populações da Bahia, do Rio de Janeiro ou do Brasil. 



No total, foram feitas 14 recomendações para a emissora, como a realização de um censo racial e de gênero entre os funcionários da empresa e a não reprodução de estereótipos negativos da população negra na sua programação. Um prazo de 10 dias foi dado para que as recomendações do MPT sejam atendidas. 


Em resposta, a Globo lançou uma nota, afirmando que “respeita a diversidade e repudia qualquer tipo de preconceito e discriminação, inclusive o racial”, mas ainda não declarou se irá acatar as recomendações do MPT.


Se a trama da novela é realmente sobre “segundas chances”, como diz a Globo, será essa uma oportunidade para a emissora se redimir com o órgão público e a sua audiência?