Serviço geológico dos EUA pede que pessoas não assem marshmallows na lava vulcânica
Serviço geológico dos EUA pede que pessoas não assem marshmallows na lava vulcânica
“Por favor, não tentem!”
Postado em 29/05/2018

O twitter oficial do Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS, na sigla em inglês) se deparou, nesta segunda (28), com um questionamento, digamos, inusitado: o usuário @jayfurr quis saber se seria seguro comer um marshmallow – as deliciosas almofadinhas de açúcar – assado em um respiradouro vulcânico.


A resposta da agência americana não poderia ter sido melhor: “Errr… nós vamos dizer não, não é seguro (por favor, não tentem!)”. Segundo o perfil oficial @USGSVolcanoes, que é responsável por divulgar alertas sobre atividades vulcânicas, além de ter um péssimo gosto, a combinação de marshmallows e lava também pode ser perigosa.

    


“Se o respiradouro estiver emitindo muito SO2 ou H2S, ele vai ficar com um gosto RUIM”, diz o tweet da agência, se referindo, respectivamente, ao dióxido de enxofre e ao ácido sulfídrico emitidos pelo vulcão.


Além de não ser exatamente uma iguaria, o experimento poderia ser perigoso. Mesmo que o “chef aventureiro” não se queimasse com as temperaturas de até 1.150ºC da lava vulcânica, a combinação também pode ser explosiva.


“Se você adicionar ácido sulfúrico (presente no vog, por exemplo) ao açúcar, você consegue uma reação bem espetacular”, completa o tweet, se referindo às emissões poluentes comumente expelidas por erupções vulcânicas.


E pela variedade de vídeos espalhados pela internet misturando açúcar com ácido sulfúrico, dá pra ver que essa realmente não é uma reação química muito apetitosa!



A pergunta vem na esteira da erupção do vulcão Kilauea, no Havaí, que já forçou mais de 2 mil pessoas a abandonarem seus lares e tem impressionado o mundo com várias imagens espetaculares.


Além da perda de propriedade, o Serviço Nacional de Parques dos Estados Unidos (NPS, na sigla em inglês) divulgou um relatório estimando um prejuízo de $166 milhões de dólares para a economia local.


Pelo visto, Pele, a deusa havaiana dos vulcões, não é lá muito fã de doces. E você, se arriscaria a provar a iguaria?